Sentada no cabaré


Luizito Gemma

Um comentário:

Carlos Dantas disse...

Encontrei-me com ela
Sentada na mesa de um cabaré
Sem nome, sem fama
Eu a convidei pra ser minha mulher
Ela aceitou todo meu grande amor
Que pra ela lhe dei
Hoje vivo com ela
E seu sofrimento acabou de uma vez

O seu sofrimento acabou de uma vez
Porque ela entendeu
Que no decorrer do seu passado só espinhos colheu
Quantos amores passaram no seu camarim da recordação
Pra falar a verdade
Com sinceridade foi tudo ilusão
Pra falar a verdade
Com sinceridade foi tudo ilusão